Você está na idade da pedra

Parece que você está navegando em um iStone, pois o seu navegador não suporta javascript ou o seu javascript está desativado. Por favor, ative o javascript e recarregue a página.

Guerra contra a Panasonic TC29FX32L: como fazer Mod RGB em tv com chip Micronas – Lucre Bem
Conheça os benefícios de tornar-se um autor no Lucre Bem.
Saiba +

Guerra contra a Panasonic TC29FX32L: como fazer Mod RGB em tv com chip Micronas

5
(9546)

Por muito tempo (muito tempo mesmo) fiquei esperando pela oportunidade de comprar uma TV Sony Wega, mas no Market Place, na OLX e em qualquer canto da internet eu só via anunciadas Toshiba, LG, CCE, Philips, Philco, Gradiente e uma ou outra marca não popular de TV CRT (sim, TV de tubo), minha intenção era a de comprar uma tv para fazer MOD RGB. Para quem não sabe, mod RGB é um método que consiste em entrar com o sinal RGB (o sinal de imagem puro de, por exemplo, um console de videogame) diretamente no chip Jungle da TV, ou diretamente no tubo de imagem através da neckboard (uma PCB que fica encaixada no cinescópio). A finalidade do mod é conseguir fazer o monitor de televisor produzir a melhor imagem possível, ou seja, a maioria de vocês lendo isso provavelmente nunca viu uma TV de tubo com todo o seu potencial de imagem, principalmente se vocês forem daqueles que só jogaram videogame numa tv via cabo composto (o clássico cabo de áudio e vídeo, aquele de pinos amarelo e branco).

No Mod RGB a imagem fica tão limpa, mas tão limpa, que nem mesmo a função de vídeo componente da TV (se a TV tiver isso) consegue produzir uma imagem com tanta perfeição. Obviamente que em termos de sinal, o sinal de YUV (Vídeo componente, ypbpr) tem mais cores do que o sinal RGB, porém, quando algo é ligado numa TV via Vídeo Componente a imagem sai um pouco suja, embora seja superior a vídeo composto e s-vídeo. Voltando ao que interessa, eu consegui achar, com o tempo (entre os meses), algumas TVs da Sony pra comprar, mas os compradores eram todos cheios de frescura, um inclusive estava pedindo 500 Reais numa Sony Wega de 29 polegadas, e esse foi o cara mais fresco de todos, não quis baixar o preço de jeito nenhum, eu pedi fotos da estampa onde tinha o modelo e ele passou imagens completamente borradas, eu pedi que ele enviasse imagens nítidas e ele quase me xingou (pois é), enfim, o cara era um cool.

Vários meses depois, desde que comecei a procurar a bendita Sony pra comprar, deparei-me com uma Panasonic, fui pesquisar a respeito no YouTube e pelo próprio vídeo do YouTube deu para ver que a imagem era de uma qualidade surreal. Foi quando “desisti” (só dei uma trégua) da Sony Wega. Fui comprar essa TV, consegui por um preço razoável, 100 Reais, chegando lá a esposa do cara torceu o nariz e não queria vender por esse preço, mas acabou que venderam. Comprar essa TV foi uma tormenta, por que não facilitaram para mim em nada: tive de descer 5 andares de um prédio carregando essa TV junto com o ex-dono (não sei por que diabos naquele prédio não tinha elevador), com o cara puxando a TV pra baixo na pressa, parecia até que estava querendo que o negócio caísse pra quebrar. Caro leitor, veja bem, fiquei alguns dias negociando essa TV, até dei a certeza de que iria comprar, o mínimo que poderiam ter feito era terem descido com ela do prédio quando falei que já estava indo comprar, eu dei a certeza, mas não, além de ter encarado uma muié com cara de fome, de ter descido escadas de um prédio carregando um trambolho mais pesado do que a sua mãe (ok, leve na brincadeira), ainda surgiu outro problema: o cara tinha me garantido que iria conseguir um jeito de eu trazer essa TV (e eu tinha oferecido pagar pelo transporte), mas lá foi tudo desconversado, aí na última hora era dar um jeito de arranjar alguém pra transportar essa TV. Eis que o cidadão liga para o chefe dele, meo deos, da hora em que o cara chegou de carro até a metade do trajeto foi só reclamação, o cara estava pvcto por que o dono da TV ainda não tinha ido trabalhar, ficou jogando na cara dele que ele estava atrasado (e eu vendo que era indireta pra mim) e o outro ainda teve a cara de pau de falar “Eu demorei por que ele tava testando a tv” (vou comprar uma coisa usada sem testar?) e também estava com raiva dele ter vendido a TV por um preço “tão baixo” (mas creio que essa parte foi só lero lero), dizendo que o ex-dono da TV podia ter entregado essa TV pra ele colocar numa casa de campo pra ver jogo de futebol, e ele ainda estava pvcto com o ex-dono da TV por que o cara estava devendo ele. Enfim, tá tudo muito bem resumido aí, e eu ainda omiti algumas informações de outras inconveniências que aconteceram naquele dia, incluindo a cara de pau da mulher do cara querer que eu deixasse a TV paga para me entregaram no dia seguinte, e coisas envolvendo alguém mais. Tive de tolerar pelo menos 3 tipos de “transtornos mentais alheios” naquele dia, por que a TV realmente É boa, eu arrisco a dizer até que ela tem uma imagem melhor até do que a Sony Wega, por que ela não apenas tem um contraste bem alto (muito maior do que o de uma Toshiba série A), como a imagem dela é bem nítida e muito certinha, a imagem fica arredondada de um jeito que a uma certa distância parece até imagem de monitor LCD em termos de leitura, mesmo tendo resolução de 240p, e isso é devido ao fato dela não ter scanlines grossas como a Sony Wega. De fato ela me lembra mais um monitor de arcade, do que uma TV CRT.

TV em mãos, é hora de fazer o MOD RGB.

Fazendo o MOD RGB na TV CRT (TV de tubo) Panasonic TC29FX32L

Antes de começarmos, quero deixar claro de que tudo o que está escrito aqui só pode ser realizado por um técnico em eletrônica ou por alguém que saiba exatamente o que está fazendo. Esse processo envolve manipulação de circuito de alta tensão e de tubo de imagem que funciona da mesma forma que uma máquina de raio-x, com tensões que podem ir de 1 volt à mais de 30 mil volts, podendo matar uma pessoa, seja eletrocutada ou seja por parada cardíaca. É OBRIGATÓRIO descarregar o tubo de imagem de forma segura antes de mexer em qualquer coisa aqui, e é necessário também descarregar os capacitores da placa de circuito impresso, e tudo isso deve ser feito com a TV desligada FORA DA TOMADA. Não faça isso se você não souber o que está fazendo, não arrisque. Eu (o autor) não me responsabilizo por absolutamente nada que você fizer com a sua TV, e nem com a sua vida, toda e qualquer responsabilidade pelos seus atos é integralmente SUA. Esteja avisado.

Como havia verificado pelo manual de serviço, é possível fazer mod rgb nessa tv via jungle IC (Jungle Chip, OSD), mas para o meu azar e para a minha SORTE É CLARO, essa tv tem um chip Micronas, conforme o próprio criador do método Muxing me informou. O meu azar é que em nenhum tutorial que peguei falava de chip Micronas, a minha sorte é que esse chip é tudo em 1, então o mod dispensa totalmente a chave 4PDT, necessária em vários mods de TVs que tem 2 chips (Jungle e Microntolador), já que nesses casos o menu OSD costuma sumir depois do mod (por isso a chave 4PDT). Me deu um frio na barriga quando o cara do Muxing me disse “Você vai precisar ver se o RGB não está desativado” (por que se estiver desativado, há grandes chances do fabricante ter desativado de vez), e ainda concluiu com “quando eu fiz mod rgb num chip micronas, eu ainda tive problema com Wonky Images“, foi essa expressão que ele usou, Wonky, é algo meio difícil de traduzir, basicamente significa “imagens distorcidas”. Lá estava eu, após toda aquela tormenta com aquela gente louca, eu ainda tinha a INCERTEZA de que o negócio iria dar certo. Bom, como eu não passei por toda aquela merda por nada, eu resolvi prosseguir assim mesmo. Conversei com várias pessoas, do grupo do Telegram do qual faço parte, gente do Discord, gente de fóruns da internet, contatos, a maioria estrangeiros; fica de conselho aqui, é bom conhecer bastante gente quando se precisa de ajuda com algo, por que hoje em dia as pessoas não costumam ser amigáveis quando lhes pedem ajuda com algo, a gente tá vivendo na era do “Me dá, mas eu não dou nada em troca”, e procure mais a ajuda de pessoas de países de primeiro mundo, por que sempre tem bem mais gente para ajudar, países de terceiro mundo são de terceiro mundo por que muito mais pessoas ruins por m² do que países de primeiro mundo. Inclusive tem algo que só vi entre pessoas de países de primeiro mundo, costuma ocorrer um fenômeno bem interessante: se for numa comunidade online, as pessoas respondendo começam a competir entre si, para verem quem dá as melhores respostas, isso eu nunca vi em comunidades brasileiras, e quando isso ocorre, o melhor é tomar uma postura passiva, de quem apenas responde perguntas ou informa sobre o que está acontecendo, dessas conversas já vi sair muitas coisas interessantes, inclusive alternativas que eu nunca havia imaginado. Consegui abrir a TV e fazer o que tinha que ser feito, mas esse modelo em específico tem um problema bem grave: a parte do circuito principal é muito espremida, eu tentei umas 3 formas diferentes de solda e ainda assim eu ainda não estou satisfeito com o resultado, embora tenha funcionado. Tive de soldar diretamente nos conectores do Circuito Integrado, por que quando tentei soldar na trilha o negócio quase quebrou a trilha. Minha intenção é a de que na próxima vez em que abrir essa TV, eu vá usar

A seguir está a parte onde se entra com o sinal RGB, vale lembrar que essa TV não precisa da chave 4PDT para ativar e desativar o RGB (que é a utilizada pela maioria das pessoas que faz esse mod), basta uma chave normal de liga e desliga (on/off)

As partes pontilhadas em azul são onde se deve fazer as soldas, recomendo que solde diretamente nos pinos do CI, por cima ou por baixo da placa, tanto faz, mas com cuidado para a solda não acaba soldando dois pinos ao mesmo tempo (é tudo muito apertado nesse circuito). As partes pontilhas em vermelho são jumpers que precisam ser removidos, normalmente jumpers são vias de ferro que podem ser cortadas com um alicate, mas no caso dessa TV os jumpers são resistores de valor nulo (zero), é preciso remove-los com solda e debaixo da placa, mas tomando cuidado para não estragar a trilha. No meu caso eu uso um ferro de solda de 50 watts, é quente o suficiente pra dar conta de qualquer serviço que não seja a nível de solda industrial, ou seja, serve pra qualquer hobbista, mas também é quente o suficiente para destruir uma placa de circuito impresso, portanto, se for usar qualquer coisa acima dos 30 watts, tome MUITO cuidado.

Instruções sobre a pinagem do Mod RGB

Não realize este procedimento ainda, primeiro leia as informações a seguir e depois execute o diagrama do MOD RGB.

Informações sobre o circuito da TV:

1 – GND, pino 88, é onde se deve fazer o aterramento do circuito, mas no caso dessa tv você também pode fazer o aterramento nas entradas de vídeo composto, componente e áudio atrás da TV, ao redor da parte de metal delas, ou pela placa.

2 – VSUP5.0BE, pino 87, é de onde sai a alimentação do circuito, daí saem exatos 5 volts, esses 5 volts você deverá ligar na chave de ON/OFF e depois ligar no esquema do circuito RGB e finalmente no FBIN, pino 78. Vale ressaltar que isso só vai funciona depois que o RGB for ativado via software (isso será ensinado mais adiante no texto).

3 – RIN, pino 77, GIN, pino 76 e BIN, pino 75, são respectivamente os terminais RGB do circuito, sim, vermelho, verde e azul, é aí onde vai entrar o sinal de 15khz por 240p, vindo do seu dispositivo externo (seja console de videogame, raspberry pi, PC, whatever).

Diagrama do MOD RGB:

mod osd rgb

Instruções:

FB 5V é a alimentação de 5V que sai de VSUP5.0BE, pino 87, e vai para FBIN, pino 78, que é onde se alimenta o circuito, porém, antes passa pelo resistor 100R em série e depois passa pelo resistor de 1.2K em paralelo (que por sua vez é aterrado) até entrar no FBIN. Nas entradas RGB deve-se soldar, em cada uma, 1 capacitor cerâmico de 0,1uf, em série. Recomendo que deixe a parte dos resistores de 75ohm do RGB do lado de fora da TV, assim como eu fiz, veja a imagem:

Hoje isso está mais organizado, coloquei a parte dos resistores dentro de uma caixa de fio dental, juntamente com o conector fêmea de VGA (conector HD15 fêmea), mas preste atenção no diagrama, pois esses resistores devem ser ligados em paralelo e devem ser aterrados. No meu caso a parte do sincronismo também é feita do lado de fora, observe que há um plug branco na imagem (eu não tinha um plug amarelo), conectada à entrada de vídeo composto, o fio que sai do plug vai direto para o sincronismo, onde é juntado o vertical e o horizontal do pinagem do VGA e é ligado em série com dois componentes em paralelo, que são respectivamente 1 diodo N4148 e 1 resistor R820. Testando apenas o sincronismo e sem ativar o RGB, você vai conseguir uma imagem branca com relevo, assim:

Se você conseguir uma imagem branca com o relevo do sinal (como essa mostrada), isso significa que o sincronismo funcionou. Se você conseguir uma imagem totalmente preta e sem relevo algum, inverta o diodo. No meu caso só funcionou invertendo a posição do diodo, ou seja, usei o diodo ao contrário do que é mostrado no diagrama, inverta o catodo e o anodo se você tiver problemas.

Do lado de dentro da TV eu só deixei os resistores da alimentação de 5 volts e os capacitores do RGB. Deixando o restante do lado de fora fica melhor para testar os sinais de RGB e sincronismo.

Versão 1.0

Como fora dito bemmm lá atrás, ainda não estou satisfeito com o mod, pretendo fazer outra soldagem depois, pra deixar estaticamente melhor e também mais organizado. foi assim que fiz:

A placa pronta pra receber a soldagem.
O chip Micronas onde será realizado o mod rgb na Panasonic 29FX32L.
A vítima da fiação: a parte do s-video, tem duas entradas e a de baixo não tem uso, também não tem os pinos, eu até tentei criar os pinos pra ela, mas não deu certo, no final o jeito foi abrir um buraco com o ferro de solda.

Steady now………….

Não repare a bagunça, tem fita isolante pra todo quanto é lado…
Eis o túnel por onde sai a fiação.

Os Jumpers que devem ser removidos:

E este é o mod convencional que a maior parte das pessoas faz utilizando o Switch 4PDT, e não, não é este mod que estamos utilizando aqui (mas é quase a mesma coisa):

Vou deixar isso aqui caso você tenha um modelo de TV diferente do meu.

Caso você queira tentar o mod via muxing, acesse este outro artigo.

Acredite, eu tentei até utilizar um clip de papel como ponta do ferro de solda para tentar soldar o circuito impresso onde fica o circuito integrado Micronas, não deu muito certo….

MOD RGB Panasonic 29FX32L – Atualização #1

Versão 1.0

MOD RGB Panasonic 29FX32L – Atualização #2

Versão 1.1

Para a caixa do mod fora utilizado um plug de controle de PS2 que fazia parte de um adaptador de de controle PS2 para PC. O encaixe dos fios foi feito com jumpers. Assim fica fácil de se trabalhar tudo externamente, já que não há necessidade de se mexer nos capacitores cerâmicos.

Versão 1.2 (em andamento)

Estou sem impressora e não quero fazer a PCB na mão, mas pretendo criar uma PCB e disponibilizar o diagrama, esquemático e lista de componentes aqui. Poderia disponibilizar desde já os arquivos do projeto, mas meu Windows tá zoado, to fazendo backup de tudo pra formatar e é só nele que o software de PCB funciona (não consegui fazer funcionar no Linux).

A cereja do bolo: ativando o MOD RGB

Fazer o Mod RGB nessa TV não é o suficiente, é preciso ativa-lo também (lembra que o carinha que mora logo ali me falou que o negócio poderia vir desativado?), pois bem, tive de abrir o menu de serviço e essa foi outra parte meio complicada, por que os sites onde peguei a informação ensinando como abrir o menu de serviço estavam explicando de uma forma bem rasa.

Vou dizer agora, de forma bem clara e objetiva, como abrir o menu de serviço da Panasonic 29FX32L:

Diminua todo o volume da TV, deixe no zero, depois aperte o botão sleep do controle remoto (15, 30, 90 minutos, qualquer valor), feito isso, agora segure o botão de volume (-) menos, NA TV, e ao mesmo tempo aperte o botão recall, isso vai abrir o menu serviço. Aperte 1 e 2 para navegar entre os 3 menus de serviço e navegue para o menu número 2. O primeiro menu é o sistema de imagem PAL, o segundo é o memory options (opções da memória), o terceiro é o sistema de imagem NTSC.

E vou dizer agora, de forma bem clara e objetiva, como ativar o RGB da Panasonic 29FX32L (Também serve para modelos similares, mesmo que de diferentes tamanhos):

No segundo menu você vai navegar até a opção 6 (“Option 6” na tela) com as teclas 3 e 4, na sequência de 7 à 0 (ou 0 à 7, da direita para a esquerda) você vai ativar a opção 1 indo até ela com as teclas 8 e 9, e alterando a opção com as teclas volume [-] e volume [+], o que entre parênteses ao lado de “Option 6” vai resultar em 12 (12). As opções são binárias, então é 1 para ativado e 0 para desativado.

Eis o RGB desativado e mostrando apenas o sincronismo, a opção 4 eu havia desativado quando estava testando, ela vem ativada por padrão e deve permanecer ativada (você não vai precisar mexer nela), já a opção 1 é a que nós queremos aqui:

Confirme com a teca “Ok” e “reinicie” a tv (desligar e ligar de novo). A seguir temos a imagem RGB já ativada, mas eu entrei no menu de serviço assim mesmo para voltar o valor padrão da opção 4. No final tem que ficar assim, com valor 12:

Ao fundo, rodando The King of Fighters 96, via emulador de Neo Geo no raspberry pi zero, configurado para ter saída de vídeo a 240p por 15khz.

Existem outras opções com outros valores binários aí que você pode mexer se quiser, alguns estão relacionadas ao formato da imagem, mas eu não recomendo mexer, até por que não precisa mexer. Na primeira vez em que testei, eu acabei ativando um valor que deixou a imagem distorcida nas quatro lateiras, a imagem estava esticada, e era justamente essa imagem da foto aí, você não está vendo por que a foto foi tirada bem de perto, logo, no meio da tela a imagem estava normal. Foi depois de ter ativado essa opção que distorceu a imagem que eu percebi por que o cara do método Mux teve problema com Wonky Images, certamente ele cometeu o mesmo.

Se preparando para os testes

Existem duas formas simples de se efetuar os testes:

1 – Testando MOD RGB via Raspberry Pi

Via Raspberry Pi é o método mais fácil que conheço, visto que tudo o que você precisa é instalar o RetroPie e então alterar 3 linhas no arquivo de configuração que pode ser acessado pelo Windows ou Linux e está no diretório raiz da instalação do RetroPie, assim você vai configurar o RetroPie para utilizar resolução de 240p a 15khz. Tenha em mente que no caso do Windows você precisará utilizar o freeware Notepad++, visto que o programa Bloco de Notas do Windows altera a codificação de caracteres do arquivo (assim corrompendo o arquivo). Eu não vou ensinar a instalar o RetroPie, por que se você está fazendo o mod pra utilizar com o raspberry pi, isso significa que você já sabe o básico do básico que é utilizar o freeware Raspberry Pi Imager para a instalação de imagens em unidade flash, e o mesmo é um software bem intuitivo.
Aqui está um tutorial simples para Raspberry Pi Zero, mas o mesmo tipo de coisa também pode ser feita com outras versões do Raspberry Pi. O seguinte código deve ser utilizado no arquivo de configuração do RetroPie:

hdmi_group=2
hdmi_mode=87
hdmi_cvt=336 249 60 1 0 0 0

A parte hdmi_cvt é responsável pela resolução, no caso seriam 336 pixels de largura por 249 pixels de altura, mas é resolução total depois de ter passado por valores como Front Porch e Back Porch.

Caso a sua TV seja PAL, você deve utilizar o seguinte código na parte hdmi_cvt:

hdmi_cvt=320 312 50 1 0 0 0

249p fornece um sinal muito mais próximo da especificação original do que 262p, com 262p o Raspberry Pi emite uma frequência de 16,2 kHz a 59 fps, a frequência horizontal é meio alta e a tela fica mais estreita, já em 249p você obterá 15,6 kHz a 59,6 fps, o que é muito mais próximo da especificação.

Aqui estão as configurações de vídeo para você utilizar por emulador:

Todos os emuladores:

Aspect Ratio Index: Custom
Interger Scale: OFF
HW Bilinear Filtering: ON
All other settings leave as is except the following:

Atari 2600:

Custom Viewport X Pos: 9
Custom Viewport Y Pos: 24
Custom Viewport Width: 320 (1x)
Custom Viewport Height: 210 (1x)

Atari 7800:

CVXP: 9
CVYP: 9
CVW: 320 (1x)
CVH: 240 (1x)

LYNX:

CVXP: 9
CVYP: 27
CVW: 320 (2x)
CVH: 204 (2x)

FBA (Capcom Play System)

CVXP: 9
CVYP: 18
CVW: 310
CVH: 224 (1x)

FDS/NES/SNES:

CVXP: 9
CVYP: 18
CVW: 320
CVH: 224 (1x)

GameGear:

CVXP: 9
CVYP: 14
CVW: 320
CVH: 231

GB/GBC/NP/NPC:

CVXP: 10
CVYP: 15
CVW: 318
CVH: 230

MAME:

Possui muitos jogos com resoluções diferentes, difícil especificar aqui uma configuração para cada.

Master System/SG-1000:

CVXP: 9
CVYP: 33
CVW: 320
CVH: 192 (1x)

Mega Drive/32X:

CVXP: 9
CVYP: 17
CVW: 320 (1x)
CVH: 224 (1x)

N64:

Não disponível, o libreto do Nintendo 64 já tem uma boa imagem com as configurações padrão.

Neo-Geo:

CVXP: 10
CVYP: 18
CVW: 320
CVH: 224 (1x)

Tenha em mente que alguns jogos rodam nativamente em 320 ou 304p de largura, aqui está sendo mantido 320 na maior parte dos jogos.

PCE:

CVXP: 8
CVYP: 10
CVW: 320
CVH: 240 (1x)

PSX:

CVXP: 9
CVYP: 10
CVW: 320 (1x)
CVH: 240 (1x)Aspect Ratio Index: Custom
Interger Scale: OFF
HW Bilinear Filtering: ON

Fonte: Retropie 240p 15 KHz RGB SCART TV Guide

Demonstração do RetroPie rodando a 15khz em TV CRT:

2 – Via PC

Via PC é um pouco complicado, pois a menos que você tenha uma placa de conversão, como uma GBS 8200 v4, você precisará utilizar o freeware CRU (Custom Resolution Unity).

A seguir tem um tutorial ensinando como utilizar o Retroarch com super resolução de 2560×480, no nosso caso precisamos utilizar 2560×240, ou 1920×240, por que 240p é o máximo suportado por SD TVs (as CRTs que estamos utilizando), basta seguir o tutorial à risca, mas utilizando 240p no lugar de 480p:

E como conectar o PC à TV?

Se a sua placa de vídeo só possuir saída HDMI, para se conectar à TV você precisa de um conversor de HDMI para VGA, pois aqui estamos trabalhando com o sinal RGB analógico, e não pode ser qualquer conversor. Eu por exemplo já comprei dois conversores brancos e os dois queimaram. A seguir, o conversor que recomendo é o da direita:

O conversor preto já vem com algumas resoluções configuradas e é bem resistente. O conversor branco além de não vir com uma configuração agradável, queima em questão de dias caso seja utilizado para jogos. Recentemente meu conversor preto quebrou a solda da entrada do alto-falante, eu abri para soldar e verifiquei a quantidade enorme de componentes smd em vista do branco, que também já abri, que não tem praticamente nada, só 1 jumper, 1 resistor e 1 capacitor, que eu me lembre.

A ligação do VGA é bem simples, primeiro você vai vai comprar um conector Hd15 Vga Fêmea e depois vai soldar os fios exatamente como mostra na imagem a seguir:

vga rgb pinos wiring pinout

Lembrando que o Hsync e o Vsync precisam ser unidos um ao outro para se criar o C-sync, que vai ser ligado ao diodo e ao resistor que estão em paralelo e depois vai direto para a entrada de AV traseira.

Esse mesmo procedimento para ser feito também com conexões de entradas RCA do tipo video componente:

Eu só utilizo os conectores VGA por mera conveniência.

Testes com jogos clássicos

As imagens a seguir só foram possíveis devido a configuração do Custom Resolution Unit (CRU), para resoluções diversas e frequências entre 60 e 63 Hz/15 e 16khz, com o conversor de HDMI para VGA.

Pessoalmente essas imagens são bem melhores, acho que é a minha câmera que é ruim mesmo, desde que o meu celular quebrou, tudo o que eu tenho é uma batata-cybershot que eu colhi na horta. Há algumas partes mostrando borrão de movimento, isso é culpa da câmera, a TV não tem borrão de movimento.

Testes pelo Retroarch, imagens em pixel perfect, rodando com super resolução de 2060×240, progressiva, sem filtros, estão o mais fiéis possíveis ao original de cada console:

Imagens em pixel perfect

Mega Man X

Metal Slug 2

Biker Mice from Mars

The king of fighters 96

Reprodução de vídeos

Vídeo 480p sendo reproduzido em resolução de tela cheia de 350×240, direto do Google Drive:

Love Hina

Imagens de screenshots

Final Fantasy IX

Tudo o que você viu aqui foi reproduzido através de progressive scan, a minha placa de vídeo não tem interlacing, então você está vendo o que há de melhor no mod.

Testes com jogos modernos

Ride 4

WRC9

Aqui a resolução ainda estava alta. Em um outro gameplay consegui amenizar o serrilhado reduzindo a resolução interna, depois posto o vídeo aqui.

Conclusão

É só isso, não precisa de mux, não precisa de gambiarra, só precisa fazer o MOD RGB normalmente na placa via OSD. Esse tipo de televisor é o mais fácil de todos de se fazer RGB, já que o chip micronas não exige a chave 4PDT. A vantagem desse televisor é que ele tem um único chip que cuida de tudo, então o menu OSD da TV não some ou fica zoado quando o Mod RGB está ativado. Para ligar e desligar o rgb, um botão on/off já resolve (conforme já informado), mas tem que desativar via software também, somente essa última parte é que é uma desvantagem, por que é necessário abrir o menu de serviço toda vez em que for ativar ou desativar o negócio, mas isso não será uma inconveniência para quem só for usar a TV com o sinal RGB externo, ou seja, para quem não for ver novela mexicana e nem usar o monitor via vídeo composto ou via vídeo componente. Para sair do menu de serviço basta apertar a tecla “normalize” no controle remoto, mas as alterações na memória só surtem efeito depois que a TV é desligada e ligada novamente. Quando se ativa o RGB, um menu de PIP aparece no menu principal da TV, não se assuste, isso é irrelevante para nós e não atrapalha em nada.

Vai por mim, essa é uma das melhores CRTs que já vi na vida, só peca no entrelaçamento que incomoda bastante se você for chato como eu em questão de qualidade imagem, mas depois você se acostuma e nem nota mais, além do mais. Para as pessoas em geral, elas só vão conseguir algo do nível igual ou melhor que essa tv com uma Sony ou Toshiba série A, eu não sei de nenhuma outra que seja tão boa quanto essa Panasonic.

Então é isso, esse foi o Mod RGB da TV Panasonic TC29FX32L.

Pontos a melhorar:
1 – Resoldar os fios do Micronas com fio de desbloqueio, do tipo “30 awg”, eu nem sei onde se compra isso, na loja de hardware local não tem, provavelmente vou ter que comprar na internet mesmo, já pensei em utilizar fio esmaltado também, do tipo que usam em fones de ouvido, mas ainda prefiro o 30awg por ser mais resistente. Esse 30awg é do mesmo tipo que utilizam em chip de desbloqueio de Playstation 2.

2 – Preciso ver se tem como tirar algumas manchas escuras que estão na parte superior da tela, torço para que não seja “burn in effect”.

3 – O tubo está magnetizado do lado esquerdo, tive o desgosto de comprar um PTC (thermistor) para trocar o da TV e só bem depois descobri que o que comprei é falsificado. Não teve como trocar, era importado. Mas isso é fácil de se resolver, o PTC de qualquer TV de 14, 21 ou 29 polegadas resolve isso, só tenho que dar sorte de encontrar um.
Atualização: Ganhei um PTC de um técnico em manutenção de TVs, troquei, mas não resolveu. Tenho uma Toshiba de 14” aqui, talvez o dela funcione, e aí eu coloco o da de Panasonic de 29” nela.

4 – Postar vídeos da TV no artigo.

5 – Creio que a imagem ainda possa ser melhorada, por que quando configuro os valores padrão do horizontal pelo menu de serviço a imagem ficou meio encolhida, aí tive de esticá-la para encaixar na tela, provavelmente o ci horizontal está com problemas, ou algo na região do horizontal, pode ser um capacitor estourado.

No mais, essa TV é excelente, se você for comprar uma dessas, compre, não pense duas vezes, vá por mim, você vai gostar dessa TV. Se ela estiver impecável, pode pagar até 200 Reais nela, o modelo em si compensa cada centavo, porém, ela tem uma imagem mais definida do que a Sony Wega, com scanlines menos expressivas, o que a torna mais parecida com um monitor de arcade, como pode ser observado a seguir (dê zoom):

Local das imagens: Vaduz, Liechtenstein.

Portanto, se a sua intenção for utilizar a TV apenas para jogos 2D, principalmente os de 16 bits, recomendo que pegue uma Sony Wega, a menos que não se importe em não ter scanlines da largura de um lápis.

Dúvidas, sugestões, fofoca, receita de bolo, poste nos comentários, estou à disposição para responde-los. Um abraço a todos.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 9546

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Conheça as pessoas que tornaram este conteúdo possível

Se você gostou do conteúdo, considere fazer uma doação para os colabadores listados logo abaixo, pode ser apenas o valor de um cafezinho:

Você também poderá se interessar por:

0 Comments

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

DMCA.com Protection Status

Bloqueador de anúncios detectado / Adblocker detected

Adblock

🇧🇷 Anúncios são a nossa principal fonte de renda.
Por favor, adicione o nosso site à lista de exceções do seu bloqueador de anúncios, caso queira visualizar o conteúdo. Prometemos não te incomodar com anúncios popups invasivos. Alguns navegadores, como o Brave, utilizam um bloqueador de anúncios nativo, então pode ser necessário que você abra dois bloqueadores para adicionar o nosso site às listas de exceções.

🇺🇸 Ads are our main source of income. Please add our website to your ad blocker whitelist, if you want to see the content. We promise not to display invasive pop-up ads.
Have in mind that some browsers, such as Brave, use native ad blockers, so you may need to open both blockers to whitelist our website.