Você está na idade da pedra

Parece que você está navegando em um iStone, pois o seu navegador não suporta javascript ou o seu javascript está desativado. Por favor, ative o javascript e recarregue a página.

Falácias: Como você é manipulado por formadores de opinião – Lucre Bem
Cotação do mercado de criptoativos nas últimas 24 horas. Visualizar todos os criptoativos disponíveis Temos um presentão pra você, descubra.
  • Português
  • English
  • Aqui você se promove e ainda pode ganhar dinheiro.
    Saiba +

    Falácias: Como você é manipulado por formadores de opinião

    5
    (1)

    O que é uma falácia? Falácia é quando alguém usa de filha-da-putice pra tentar vencer a contra-parte em uma discussão ou debate, e muita gente ainda usa isso pra tentar humilhar os outros. Exemplos de pessoas extremamente falaciosas: Advogados (Veja estes artigos para entender por que o direito positivo é ilógico por si próprio O direito é uma ordem espontânea e não algo deliberadamente criado por “iluminados”O racionalismo austríaco na era do declínio do positivismo e Livro: A Ética da Liberdade – Murray Rothbard), militantes religiosos e ideólogos. Ou seja, a pessoa está sendo um mentiroso, fazendo uso de estratégias sujas para pagar de intelectual.

    Eu ia explicar de maneira formal, mas assim é melhor.

    Alguns exemplos de falácias mais utilizadas

    Falácia do Ad Hominem

    É claro que eu não iria esquecer de começar o post com essa falácia clássica né? Mentira, eu esqueci sim, só lembrei depois de terminar de escrever. kkkkk
    Ad Hominem é uma ofensa pessoal, é a tentativa de desqualificar a contra parte através de um xingamento, crítica destrutiva ou qualquer coisa que sirva para agredir a pessoa emocionalmente, seria mais ou menos assim “Cala a boca seu filho da p***”, “Vai tomar no **”, “Você é idiota de lábio leporino e ainda quer dar opinião nas coisas”. Bem, não vou extender os exemplos, creio que você entendeu que Ad Hominem se resume ao nível de argumentação de um símio.

    Falácia do apelo a autoridade (muito utilizada por brasileiros)

    “Fulano trabalha na área X, logo, Fulano pode falar do assunto e você não, por que você não é formado na área X.”, “Você sabe com quem você está falando rapaz?”, “Você precisa estudar pelo menos 10 livros do autor X antes de poder falar sobre o assunto”, “Você ainda é muito novo pra falar sobre o assunto, cresça primeiro e depois conversamos”, “Eu não vou levar em consideração a opinião de alguém que assiste o canal do Fulano de tal no YouTube”.

    Falácia Non-sequitur

    “Todos os dias milhares de pessoas jogam na loteria e perdem, logo, a loteria é uma farsa”, “Esse desenho animado é feito para crianças e você é adulto, para de reclamar só por que eles mudaram o negócio, você está sendo infantil, você não deveria nem estar falando disso”, “Há vários casos de estupros feitos por homens, logo, todo homem é um estuprador em potencial”, “O LGBT é a respeito dos direitos dos homossexuais, logo, todo homossexual é LGBT”.

    Falácia non-sequitur

    Falácia genética

    “Minha prima se casou com um cara que a maltratou por 10 anos, ele ainda tirou os filhos dela, hoje não deixa ela ver os filhos, por isso, todos os homens são monstros machistas”, “Eu já tentei e não deu certo, então não vai dar certo pra você também”, “Meu marido me traiu, por isso homem não presta”.

    Falácia do apelo a tradição

    “Antes de você falar disso, você precisa olhar a história do assunto, vamos voltar lá no ano 10 depois de cristo e ver que fizeram assim assim assado, logo sua argumentação não é válida se você não oferecer evidência histórica”, “A coisa tem que ser assim por que ela sempre foi feita assim e sempre funcionou assim”, “A moral judaico-cristã deve ser imposta a todas as pessoas por que ela é a moral correta a se seguir, já que ela funciona muito bem para a civilização ocidental”.

    Falácia de apelo a tradição

    Falácia do apelo a emoção

    “Você aí jogando comida fora, você não tem pena das crianças que passam fome na África?”, “Eu sou policial, semana passada eu vi um colega meu morrer baleado, e ainda assim eu tenho que ficar vendo essas pessoas protestando contra a polícia.”, ainda seguindo o exemplo da polícia (por que sim, policiais e militares em geral adoram usar essa falácia), eis que surge um argumento muito comum “Quando o bandido bater na sua porta, chame o Batman”, “Você não está vendo que eu estou sofrendo? Por que você tem que faz tudo errado, George? Eu vejo como os namorados das minhas amigas tratam elas bem, dão de tudo pra elas, e você nem pra me levar pra viajar em Paris”.

    Falácia do espantalho

    Melhor exemplificar com um diálogo:

    – O que é o amor pra você?
    – O amor é altruísta, um exemplo de ato de amor é a caridade, ajudar sem querer nada em troca.
    – Veja só, gente, esse cara tá falando que a gente tem obrigação de sair ajudando os outros de graça agora, que a gente tem que ser bonzinho e deixar todo mundo fazer a gente de trouxa.
    – Não, espera, não foi isso que eu quiser. O que eu quis dizer foi…

    Como pode observar, a falácia do espantalho é uma das mais baixas, pois o locutor distorce o que a contra-parte disse, com o objetivo de jogar a contra-parte na defensiva, logo, em posição de desvantagem, pois se a contra-parte começar a se explicar, o locutor canalha logo irá metralhá-lo com a mesma falácia, sempre distorcendo o que ele fala, tentando fazer de tudo para que a contra-parte perca a credibilidade e até entre em contradição. 

    falacia do espantalho

    Essas não são todas as falácias existentes, mas são as que eu mais vejo sendo utilizadas, talvez você concorde comigo, mas se você não concordar, tudo bem. De qualquer forma, sinta-se livre para expor sua opinião nos comentários.

    Como podem observar, a falácia é uma tentativa suja de vencer uma discussão ou debate, pois não usa de lógica para refutar um argumento, e sim se traveste de lógica, é um sofisma, tem por finalidade confundir a contra-parte ou jogar outras pessoas contra a contra-parte.

    Para contra-argumentar você precisa usar de argumentos lógicos e racionais, por exemplo, se o policial te manda chamar o Batman quando você for assaltado, você pode responder “Não precisa, é só você não me prender quando eu resolver comprar uma arma de forma clandestina e depois matar o assaltante, já que você é uma das pessoas que está me desarmando sob ameaça de morte, enquanto se esconde por detrás do Estado”, observe que numa única frase você devolve a bomba para as mãos da pessoa e ela fica sem ter nenhum argumento lógico para te rebater. Outra situação, a falácia do espantalho, naquele diálogo exemplificado anteriormente a contra-parte poderia ter dito algo do tipo “Aponte onde eu disse que nós temos a obrigação de ajudar as pessoas de graça e até de sermos bonzinhos, se você for ficar fazendo uso de desconstrucionismo distorcendo o que eu falo, eu vou ter que dar essa discussão por encerrada, por que eu não estou aqui pra perder tempo com uma pessoa falaciosa. Vai lá, o ônus da prova é de quem acusa, consegue provar?”.

    Muitos influenciadores no YouTube, tanto de direita, quanto de esquerda, quanto liberais, ou qualquer tipo de ideólogo, e até espiritualistas e religiosos, utilizam falácias o tempo inteiro, principalmente falácias de apelo à autoridade e de apelo à emoção, portanto, antes de sair por aí formando opinião em um assunto, você precisa se certificar de que não está sendo passado para trás, tenha sempre a lógica e a razão do seu lado.

    O que você achou disso?

    Clique nas estrelas

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

    E que tal deixar de comer um pastel só por hoje

    e doar o dinheiro para os colaboradores? Vamos lá, eles merecem. 😎

    Pessoas que tornaram esse conteúdo possível:

    Você também poderá se interessar por:

    Volta às aulas: Compre da China e economize até 90%

    11 homens de sucesso, reais e fictícios, que poderão servir como lição de vida para você

    Sabe por que você não consegue ganhar dinheiro na internet?

    Do fracasso ao sucesso – Ele chegou até mesmo a desistir

    5 etapas pelas quais o cliente passa antes de comprar com você

    Compressão do tempo (Na sua vida)

    0 Comments

    Leave a Reply

    XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

    DMCA.com Protection Status

    Bloqueador de anúncios detectado / Adblocker detected

    Adblock

    🇧🇷 Anúncios são a nossa principal fonte de renda.
    Por favor, adicione o nosso site à lista de exceções do seu bloqueador de anúncios, caso queira visualizar o conteúdo. Prometemos não te incomodar com anúncios popups invasivos. Alguns navegadores, como o Brave, utilizam um bloqueador de anúncios nativo, então pode ser necessário que você abra dois bloqueadores para adicionar o nosso site às listas de exceções.

    🇺🇸 Ads are our main source of income. Please add our website to your ad blocker whitelist, if you want to see the content. We promise not to display invasive pop-up ads.
    Have in mind that some browsers, such as Brave, use native ad blockers, so you may need to open both blockers to whitelist our website.