"O sucesso só será seu quando você desejá-lo mais do que deseja respirar."
×

Aviso

Please enter your DISQUS subdomain in order to use the 'Disqus Comments (for Joomla)' plugin. If you don't have a DISQUS account, register for one here
nova vida

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
Tweetar

Bom dia a todos, pois o dia é bom em qualquer momento :)

Ao caríssimo Rev. Eronides da Silva, vi um artigo dele no site http://solascriptura-tt.org/Seitas/SeichoNoIe-EronidesDaSilva.htm, intitulado "A VERDADE SOBRE A SEICHO NO IE"

Caro Eronides, sinto muito lhe informar, mas está na hora de buscar outra alternativa para convencer as pessoas a irem para a sua religião.

O que vejo no artigo é uma pessoa que aparentemente não tem conhecimento de hermenêutica e exegese, mas que se intitula reverendo por ter trabalhado na área teológica em várias igrejas (Conforme é citado na própria biografia do autor: http://www.sepoangol.org/eron.htm). 

Em outras palavras, tudo o que você interpreta é literalmente?

Não tiro o seu crédito sobre o seu entendimento em teologia, mas será que você não deveria estudar metafísica e espiritualismo primeiro, antes de atacar a religião dos outros?

Quando Taniguchi afirma que o mal é uma ilusão, que a doença não existe e que o homem não é um pecador, o significado disso é a essência do ser, o ser não é mal, é bom por natureza, que o mal é algo gerado artificialmente pela mente humana, o mesmo vale para a doença que é criada por um padrão de pensamento negativo que precisa ser corrigido, o pecado se origina a partir da ignorância daquilo que é bom.



É isso que significa quando é afirmado que o mal é tido como uma ilusão, por que como toda ilusão, precisa ser destruído pela verdade, e a verdade é Deus. Se lúcifer é o pai da mentira, logo lúcifer seria a própria mentira, logo lúcifer não existe por que a mentira é uma ilusão, mas essa ilusão pode ter poder em nossas vidas, nos prejudicar, enquanto nós a alimentarmos. Não é à toa que protestantes vivem enxergando o Diabo em todo quanto é lugar, e dizendo que ele é o culpado por tipo tipo de desgraça que acontece, mas pessoas, como ateus, não vem. Por que será que os ateus não veem o Diabo, mas os protestantes veem e ainda o culpam? A resposta é simples, os ateus aprenderam a assumir responsabilidade pelos próprios atos e experiência de vida, eles usam o poder da mente deles, mesmo sem saberem.

Santo Agostinho dizia que o Diabo adora quando a gente pensa que ele tem mais poder do que tem, o que é mais uma forma de afirmar que lúcifer é uma ilusão. Seu artigo já começa falando sobre a vida pessoal do Taniguchi, aquilo é pelo menos comprovado historicamente? Citar fontes de autores protestantes não é sinônimo de veracidades, mas se eu estiver errado, me perdoe, apenas estou querendo fontes que citem fatos, pois nunca ouvi a Seicho no Ie dizer que o Masaharu Tanichu era um fanfarrão antes de fundar a religião.

Até mesmo a física quântica já consegue provar a existência de Deus como uma força, e não como uma pessoa. Para o Novo Pensamento, no qual a Seicho no Ie teve origem e você sequer tocou no assunto, Deus é uma força onipotente, onisciente e onipresente, que nos dá tudo aquilo que desejamos, de acordo com a nossa fé, seja isso bom ou ruim, e que nós somos forma de consciência, nós somos uma expressão de Deus, e que cabe a nós mesmos termos cuidado com aquilo que em pensamos regularmente, pois as experiências boas ou ruins somos nós quem criamos em nossa vida, veja Lei da atração (Comprovada pela ciência), citada no livro "O segredo". Segundo o Novo Pensamento, a função de Deus é preservar a vida, por ser Ele a vida ele mesmo. Temos livre arbítrio justamente por esse motivo, e alegar que Deus se intromete nas nossas vidas quando nós não queremos, ou que Deus escolhe o nosso destino quando nós queremos algo diferente, é o mesmo que negar o livre arbítrio. Por isso que o mal é uma ilusão, não da pra servir a dois senhores, ou se serve a Deus que é o princípio da criação, ou se serve ao mal, que não é princípio nenhum, mas é algo artificial que leva à destruição. E sim, a nossa mente é capaz de nos fazer enxergar demônios e de ocorrer fenômenos considerados como possessões demoníacas, e sim, é possível que pessoas ganhem força durante essas possessões, a parapsicologia é capaz de explicar esses eventos.

Alegar que existe uma força capaz de se opor a Deus é negar a onipotência de Deus, alegar que Deus é uma pessoa é negar a onipresença, e alegar que Deus castiga as pessoas (Como muitos o fazem) é negar a onisciência do mesmo, pois algo onisciente (Uma forma de inteligência infinita) não agiria de forma ignorante. Nós somos os responsáveis pelos nossos atos, não terceiros (Lúcifer ou o nome que receber). Somos nós quem devemos nos vigiar para que não acabemos por fazer merda (Sim, um palavrãozinho de vez em quando cabe bem no contexto).

Espero que esteja feliz com o que fez, por que parece-me que essa é a única maneira que fanáticos religiosos encontram para atrair pessoas para igrejas que deveriam ser cristãs, mas que possuem muitos membros que estão constantemente olhando para o próximo de cima para baixo, com soberba, sempre julgando quem quer que pense de forma diferente.

A Seicho no Ie não é uma seita, é uma ciência religiosa, se for pra falar de seita, coloque a religião protestante no meio, pois essa última é considerada como paganismo pela igreja católica, por ela ter surgido através do orgulho e ser considerada a religião da Bíblia pelos católicos. Mas eu também não duvido que a religião católica possa considerar a Seicho no ie como seita também. É por esse motivo que o Novo Pensamento e a Seicho no Ie aceitam que as pessoas sigam outras religiões, por que eles não querem ditar as regras para as pessoas, eles apenas querem ajudá-las a livrar-se do sofrimento carnal através da auto observação (Mindfulness), do esclarecimento das metáforas, alegorias e prosopopeias encontradas na Bíblia, e da oração, sendo essa parte da auto observação herança do budismo, esse último por sua vez não é uma religião, mas uma psicologia do auto conhecimento.

Dignidade e honestidade são virtudes, não se deve falar mal daquilo que não se conhece, isso demonstra incompetência, mas é pior quando é feito por mera maldade.

É por desse e de outros golpes baixos que afastam as pessoas das religiões milenares, esse é o verdadeiro pecado, que é a ignorância em relação à interpretação das escrituras, a Bíblia não foi feita para ser interpretada literalmente. Desejo-lhe boa sorte, pois a Seicho no Ie, o espiritismo e outras religiões consideradas "seitas" por vocês fanáticos diariamente ganham vários seguidores por eles não estarem em conforme com o ensinamento primitivo ensinado nessas igrejas que só sabem espalhar o medo.

Sou de família católica, daquelas ferrenhas, cresci confuso a respeito do que era Deus, quase me tornei um ateu, mas inconscientemente eu sentia que havia algo me orientando a seguir outra direção, foi então que ao invés de questionar a religião como um todo, passei a questionar o catolicismo, conheci o movimento Novo Pensamento através do Livro "O poder do subconsciente", do Dr. Joseph Murphy, phD em psicologia e teólogo. Foi o que abriu os meus olhos, a partir disso pude entender por que haviam tantos absurdos na Bíblia, não eram absurdos afinal de conta, eram nada mais nada menos que ensinamento codificados, que não poderiam cair nas mãos de tiranos na época em que a Bíblia foi criada juntando vários outros livros. Imagine se Constantino tivesse descoberto os segredos por trás das passagens? Pense em como seria o mundo hoje, talvez a ciência nem tivesse se desenvolvido... ainda.

Mais tarde frequentei a Seicho no Ie, centros espírita, também passei a frequentar igrejas protestantes a convites, ler conteúdo relacionado a budismo, bem como outros assuntos referentes à espiritualidade, metafísica e teologia. O que pude observar é que todas essas religiões possuem doutrinas que te impedem de seguir os ensinamentos de uma outra religião, caso você assim o deseje, porém, a religião Espírita é um pouco flexível, te deixando mais a à vontade para pensar sobre o assunto.

A religião católica fala muito sobre fazer penitência e sobre se comportar para não ir para o inferno, a religião protestante, pelo o que pude observar, parece que acredita mais no Diabo do que em Deus, pois eu nunca vi tanta gente viver evadindo as próprias responsabilidades, tudo que acontecia "É Satanás que tá fazendo isso", e muita gente continuava "pecando", por que a responsabilidade era de terceiros, então tudo bem pecar, né? Agora só falta vir gente aqui dizer que eu estou acobertando o suposto Diabo. Para explicar de forma bem simples, a forma como eu vejo o Diabo é esta: _______

Sabe o significado de Nada? Eu acredito em Deus, que é o princípio criativo, então não tem necessidade de dar poder a uma ilusão. Sei que todos nós temos problemas e que alguns de nós até possuem experiências paranormais, porém observe que as pessoas que mais veem o mal são as pessoas que estão constantemente vivendo no medo, mesmo que sejam pastores ou padres, estão em desarmonia com o infinito. A conclusão que pude tirar sobre alguns pastores é que eles são capazes até mesmo de levar as pessoas à loucura, pois vivem constantemente na superstição, já vi pastores falarem até que certos tecidos Hindus eram coisa do Diabo. Não tem como seguir a Deus estando vivendo no medo, Deus não é medo, Deus é coragem, é bondade e é verdade.

Se você que estiver lendo isso vive com medo achando que está sendo perseguido por espíritos do mal, tenha certeza de que você irá atrair isso para a sua vida, então está mais do que na hora de passar a exaltar as qualidades de Deus e negar o poder que qualquer tipo de mal possa ter sob a sua vida. Questione, pense por conta própria, estude e tire suas próprias conclusões. Se um líder espiritual trabalha impondo medo em sua mente, afaste-se dele imediatamente e busque um que esteja preocupado com a sua felicidade.

Por fim quero deixar claro que não sou representante da Seicho no Ie, estou falando por mim mesmo, sob minha responsabilidade, mas que seria bom ter alguns missionários da Seicho no Ie comentando no artigo, pois já pude observar que até mesmo dentro da Seicho no Ie há missionários que confundem a Seicho no Ie com igreja evangélica, passando ensinamentos errôneos e desconsiderando o poder da mente como parte dos ensinamentos, sim, já aconteceu comigo de questionar um palestrante sob a influência da mente durante o milagre divino e ele dizer que isso é que não tem nada a ver com o assunto.

Assim como no Espíritismo, muitos espíritas e centro espíritas estão desconsiderando ou não possuem conhecimento algum em relação ao Magnetismo de Deleuze, sendo esse citado até mesmo por Allan Kardec, isso demonstra apenas uma coisa, como citado anteriormente nesse artigo: A ignorância - O único pecado inexistente. A ignorância exclui a possibilidade de argumentação e entendimento das coisas. É como o ateu que se considera o dono da verdade e o religioso que faz o mesmo, se ambos forem debater, não haverá debate, apenas troca de argumentos partidos de motivos emocionais, por mais que possa haver lógica nos argumentos. As religiões em geral tem esse medo de que a coisa tenda para o lado científico, enquanto que os cientistas em geral tem medo que a coisa tenda para o lado metafísico, espiritual ou teológico, quando na realidade ambos deveriam trabalhar juntos para que possam chegar à um senso comum.

Curtiu? Conte para os seus amigos:  
Mulher de sucesso
63 Ebooks feitos para o seu sucesso + Loja virtual com guia de instalação e configuração + Bonus. Mais de 14.356 pessoas já assinaram!
Insira seu nome e email para receber os links de Download:

Conheça o autor
Matheus Lopes
Author: Matheus Lopes
Sobre o autor
Autor principal do Lucre Bem, Matheus tem como objetivo principal trazer para você todas as formas de empreendedorismo, renda extra, marketing e publicidade para que você possa iniciar seu negócio na internet ou fora dela. Aqui no lucrebem.com.br você também encontrará artigos sobre games, política, retro-games e pescaria.

Por que você deve anunciar aqui: A maioria dos visitantes, 93,35%, deste site vem do Brasil, o restante vem dos EUA, India, Portugal, Europa e companhia limitada. Mais de 13.214 pessoas visitaram este site só nos últimos 3 meses, totalizando + de 15.400 visualizações de página! Data desta publicação: 19 de outubro de 2016. Data do relatório: 18 de julho de 2016 à 18 de outubro de 2016 :)
Saiba mais, clique aqui.

 
Veja Também:

Infelizmente não há nenhum conteúdo relacionado ao artigo desta página.