Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Tweetar

Já imaginou se você pudesse ser uma daquelas pessoas que vive trabalhando online e viajando pelo mundo?
Imagine se você estivesse agora mesmo trabalhando pela internet através do seu notebook, tablet ou celular, de frente pra praia numa pousada qualquer, sei lá, em Miami, Bangkok ou no Brasil mesmo em Floripa, seria ótimo não? Ah você não gosta de trabalhar? Não existe almoço grátis amigo (a). Enfim, consegue se imaginar?

Talvez seja algo bem distante da sua realidade, né?

Let me guess… Volta e meia você se pega visitando um site de viagens no trabalho, mas tomando cuidado para o seu chefe não ver o que você está fazendo, seus olhos brilham, seu coração doi e você suspira “Nossa, eu podia taí nesse lugar”.
E pode até parecer que isso aqui é bom demais pra ser verdade, é, eu sei no que você está pensando.
Mas sim, é possível você levar uma vida assim!

Trabalhei durante muito tempo em um escritório na Av. Paulista, em São Paulo. Minha rotina era pegar ônibus pra não ter que gastar com o estacionamento, ainda mais naquele calor dos infernos que estava fazendo naquela cidade enquanto tinha aquele monte de gente suada dentro do ônibus, imagine então quando eu chegava atrasado, torcendo para que meu chefe não me visse.
Ao chegar no meio da semana, depois de já ter feito mais horas extras do que um presidiário trabalhando na obra, saia com a galera pra um Happy Hour, mas ai do nada inventavam de ir pra balada em plena quarta-feira...
Eis as minhas opções:



1) Curtir a vida como se não houvesse amanhã, mas havia... pois no dia seguinte iria acordar fodido pro trabalho...
2) Ir pra casa dormir e esperar por mais um dia de trabalho igual a todos os outros.

Sei bem disso meus caros amigos... Vivi toda essa peleja, e sabe de uma coisa? Sempre que via pessoas viajantes (Gente que vive viajando), pareciam para mim um bando de ETs, gente vivendo uma realidade que para mim não passava de um sonho …

Mas advinha o que eu descobri um dia?

Que essa pode ser a realidade que qualquer pessoa!


ÍNDICE

- NÔMADES DIGITAIS O GUIA DEFINITIVO
--- O que você vai aprender neste guia

- O CUSTO DE VIDA TRADICIONAL E A RIQUEZA POR ARBITRAGEM GEOGRÁFICA
--- Calculando o custo do seu tempo
--- Aumentar seu poder de compra usando de arbitragem geográfica
--- Diga-me: Quem é o mais rico agora?
--- Terceirize, lucre bem mais e viaje
--- Viajar o mundo sempre que quiser, com mais grana e mais metas na vida
--- O que escolher, pagar impostos ou pagar taxas?

- MIGRANDO DE HOME OFFICE PARA NOVOS MEIOS DE FAZER DINHEIRO NA INTERNET
--- Mas não é a partir do Home Office que os nômades digitais costumam trabalhar?

- AS FERRAMENTAS QUE TODO NÔMADE DIGITAL PRECISA UTILIZAR
- AFINAL DE CONTAS, COMO É QUE SE FAZ DINHEIRO NA INTERNET / ONLINE?
- NÔMADES DIGITAIS – O GUIA DEFINITIVO PARA QUEM DESEJA TRABALHAR ONLINE E VIVER VIAJANDO O MUNDO

 

Nômades Digitais o guia definitivo

nomades digitais home office
Veja bem, se um homem de 72 anos de idade é capaz de cursar uma universidade, você também é. Se uma garota de 25 anos consegue falar 3 idiomas com fluência, você também cosegue.
Se um garoto de 16 anos consegue criar um blog, por que você não?
E se uma pessoa é capaz de viajar para onde ela quiser e quando ela bem quiser... Por você também não pode? Você não apenas pode, como também deve!
Faz bastante tempo, desde 2010, que larguei meu último ano da faculdade, quando mentalmente taquei o foda-se no meu chefe (Se for verbalmente não façam isso em casa crianças), para os palpites dos meus familiares e para a dona da razão, ela mesma, a sociedade.
Morei em vários países, trabalhei com milhões de empresas e clientes diferentes (Dentre eles alguns que pagavam muito mal em Dinheiris Tupiniquins, ou Reais para os mais íntimos, outros que pagavam muito bem em Pounds), e sem mencionar o monte de gente e festas que conheci mundo afora.

E quer saber qual foi o resultado de tudo isso? Nenhum emprego no mundo poderia me garantir a tamanha experiência de vida e a maturidade emocional que obtive nesse tempo todo, principalmente se fosse um emprego no Brasil, terra da escravidão mal assalariada.

E agora é a SUA VEZ!

Finalmente dei uma sossegada, parei um pouco de viajar e resolvi escrever um guia definitivo para VOCÊ se tornar também um Nômade Digital – diretamente de Budapeste, Hungria.

A ideia de criar um guia surgiu depois de dezenas de e-mails que recebo por semana de leitores do meu Blog, perguntando como eu faço para ganhar dinheiro... E sabe o que é engraçado? Me perguntam mais sobre dinheiro do que sobre mulheres, segundo tema mais debatido por eles.

E é claro que eu sei muito bem por que isso acontece!

Em mina vida de nômade digital fiz amigos de todos os cantos do mundo, mas pouquíssimos do Brasil. Quer saber o motivo?
Simples: O brasileiro ainda não se deu conta de que ele pode sim se tornar um nômade digital e viver a vida viajando o mundo afora.

O que você vai aprender neste guia

- Como viver viajando pelo mundo, ou dentro do seu país, pode acabar saindo mais barato do que a vida que você leva atualmente.

- Como os nômades digitais descobrem na arbitragem geográfica uma forma de serem mais ricos (Comprar barato em um mercado e vender bem mais caro em outro)

- Os métodos que eu utilizo para escolher meus próximos destinos e como fazer para viajar pagando pouco.

- Como o meu novo estilo de vida “nômade digital” tornou-se meu novo escritório “caseiro”.
Exemplos de empreendimentos digitais que te permitirão ganhar dinheiro 100% através da internet, afinal são digitais.


-----------------


ATENÇÃO: O texto a seguir é um pouco grande e leva 15 minutos para ser lido, pois assim como no meu guia, você verá aqui como é o estilo de vida de Nômade Digital, mas se quiser pular essa parte, pode ir logo para a parte sobre como ganhar dinheiro na internet (Clique aqui).

O custo de vida tradicional e a riqueza por arbitragem geográfica

Andrea, de 29 anos, é uma advogada que trabalha há quatro anos em uma empresa em São Paulo, ganha um salário líquido de R$6000 (Seis mil Reais) ao mês (Deixemos os impostos de lado por um momento).
Rodrigo, 21 anos, é analista de redes sociais (Aquele tipo de profissional que cuida das redes sociais das empresas) e decidiu que se mudaria para algum canto da Tailândia. Rodrigo recebe por mês o valor líquido de R$3000 (Três mil Reais) trabalhando pela internet.
Agora me responda: Quem ganha mais?

É claro que é a Andrea!

Calculando o custo do seu tempo

Vejamos, a jornada de trabalho da Andrea é de 10 horas por dia (E isso já incluindo o tempo que ela gasta dirigindo para chegar ao local de trabalho), resumindo são 50 horas semanais, o que dá um total de 200 horas por mês.

Então quando dividimos 6 mil Reais por 200 horas mensais, percebemos que dona Andrea está faturando 30 Reais por hora.
Mas e o Rodrigo?
Rodrigo que está trabalhando somente 3 horas ao dia (1/3 do tempo que a Andrea trabalha), 15 horas semanais, o que dá apenas 60 horas por mês.

Ao fazermos o mesmo cálculo que fizemos com as horas da Andrea, ei que Rodrigo recebe quanto? R$ 50 por hora!

Que reviravolta, não?

Aumentar seu poder de compra usando de arbitragem geográfica

Andrea precisa morar em São Paulo, pois é onde fica a sede da empresa onde ela trabalha, Andrea precisa viver nessa cidade, e nisso vão embora R$2500 do salário dela com o aluguel de onde ela mora. Durante os finais de semana, se quiser jantar com as amigas, Andrea precisa desembolsar R$150 com comida e locomoção.

Após todas as despesas mensais, Andrea gastou todo o seu dinheiro e agora ainda teve de entrar no cheque especial.

Lembra do Rodrigo? Bem mais feliz pertinho da natureza, Rodrigo agora está morando na praia, sabe quanto ele gasta? R$1.300 de aluguel e ainda tem uma vista invejável para o mar direto da varanda de sua casa.
Rodrigo ainda pode comer com os amigos um belo almoço no sábado, feito com frutos do mar frescos e acompanhado de bastante cerveja local, que no fim das contas sai por R$30 para eles. Sem contar que ele também pode ir ou voltar a pé ao encontro dos amigos e ainda pode beber água no horário de almoço!

Diga-me: Quem é o mais rico agora?

Se formos analisar em valor absoluto, Andrea está ganhando 2 vezes mais que Rodrigo. Mas se analisarmos em valor relativo, Andrea tem apenas a metade do poder de compra de Rodrigo...

Consegue se identificar com essa situação?
Mas a penitência de Andrea não para por aí...
Assim como muitos brasileiros, Andrea está cheia de dívidas para pagar. Ela não ganha o suficiente para pagar todas as suas contas, pois o seu custo de vida em São Paulo acaba saindo caríssimo (Roupas, cabeleireiro, manutenção do carro, contas de luz, celular, água, internet, gás, gastos com lazer, etc).
E como Andrea faria para mudar de vida (Para melhor)?
1 - Pedir ao chefe que lhe desse um aumento de salário
2 – Procurar outro emprego que fosse melhor
Ou
3 – Dar um jeito de obter uma renda-extra (Não vou nem mencionar procurar um marido rico, já que ninguém mais quer se casar hoje em dia).
A questão aqui é que a Andrea acaba de ganhar uma promoção do trabalho, as coisas no mercado de trabalho brasileiro para advogados não estão tão boas (Competição acirrada) e Andrea não tem tempo sobrado para buscar fontes de renda extra, uma vez que ela é uma pessoa altamente envolvida com a resolução de problemas cotidianos do emprego atual.


Certo dia cheguei até a fazer um Podcast com meu Brother Raiam a respeito de uma teoria que falava a respeito de aumentar o próprio salário em 20%. Acontece que se as empresas aumentarem o salário de um funcionário acima dos 20%, haveria um risco enorme de quebrarem o sistema, uma vez que tal funcionário passaria a ter dinheiro o bastante para montar o próprio empreendimento, e consequentemente acabaria por pedir demissão.
Agora em relação ao mundo dos Nômades Digitais, precisamos de um investimento inicial para pagar nossos custos de vida, uma vez que montar um empreendimento digital (Negócio Online para os velhos de guerra) geralmente exige pouco ou nada de investimento de capital.

Terceirize, lucre bem mais e viaje

Voltemos ao Rodrigo, estamos numa situação agora onde ele precisa ganhar mais, mas não é para pagar as contas e sim para ser capaz de viajar todos os meses à um determinado país asiático. Já que ele tem tempo de sobra, ele decide procurar um segundo cliente.

Como Rodrigo não tem a obrigação de morar na cidade do próprio trabalho, ele não viu dificuldades em encontrar outra empresa que o pagasse, após enviar uma quantidade significativa de mensagens e e-mails, e para melhorar, Rodrigo agora recebe em Dólar.

Agora que o Rodrigo tem duas fontes de renda, ele está ganhando R$6000 ao mês, um recorde em toda a sua carreira.

E já que fazer dinheiro nunca é demais, eis que Rodrigo teve uma ideia maravilhosa: Montar uma agência, aumentar a clientela e contratar pessoas que possam contribuir com seu trabalho.

Cobrando de cada cliente R$ 3.000 por mês e pagando somente R$ 1.500 para um assistente virtual (Que pode também ser chamado de VA) fazer o trabalho de cada um, a única coisa que Rodrigo precisa fazer é gerenciar o empreendimento e verificar hora ou outra se está tudo ocorrendo bem.
Ao final do processo Rodrigo captou 5 clientes que se tornaram fixos e hoje rendem para ele o montante de R$15.000 por mês, tudo isso com apenas 2 assistentes virtuais encarregados do serviço.

viver viajando mundo

Viajar o mundo sempre que quiser, com mais grana e mais metas na vida


Incialmente Rodrigo queria apenas residir em frente a um mar paradisíaco da ilha de Koh Phi Phi, tomando aquela cervejinha gelada no horário de almoço com seu humilde salário de R$1500 ao mês, mas agora Rodrigo ganha o suficiente para decidir em qual cidade irá morar no mundo e ainda continua terceirizando cada vez mais na internet.
Enquanto isso Andrea foi pela corrida dos ratos (Ver livro Pai Rico, Pai Pobre, de Robert Kyosaki), aquele famoso conselho que vem dos pais “Curse uma boa faculdade, tire boas notas, se forme e arranje um bom emprego”, entretanto Andrea não prestou atenção na posição social das pessoas que lhe deram tal conselho: Pessoas de uma geração completamente diferente da geração na qual vivemos, pessoas que não passam de escravas do Estado. É, nem sempre ouvir os conselhos dos pais é uma boa...

O que escolher, pagar impostos ou pagar taxas?

O bom de ser um nômade digital é justamente a arbitragem geográfica que podem ser utilizada em vantagem para suas finanças, ou seja, da mesma forma em que podemos escolher em qual lugar do mundo poderemos morar, ainda podemos escolher também em qual lugar do mundo iremos abrir uma empresa e aplicarmos o nosso dinheiro.

E não pense que sai caro abrir uma empresa em outro país, atualmente para se abrir uma LLC/LTD/etc nas Bahamas, uma conta num banco em Macau, acaba não custando mais de 1000 míseros dólares e o retorno no investimento ocorrerá rapidinho, com o tanto que irá se economizar devido aos baixos impostos.

Praticamente você só vai gastar com taxas de serviços quando for receber seus pagamentos Seus gastos basicamente serão com taxas dos serviços que irá utilizar para receber seus pagamentos, o que varia entre 2% e 10%, independente de ser através do Paypal, Payoneer, Transferwise, Paxum ou outras dezenas de Gateways de pagamentos espalhados pela internet.

Meanwhile (Enquanto isso), a nossa adorada advogada Andrea da de presente ao governo todos os meses a modesta quantia de nada mais nada menos do que 27.5% do seu salário, e de bônus ainda toma uma facada de 50% de impostos sobre tudo o que compra por dia, sem contar que ela ainda precisa pagar taxas bancárias.

É, mas Andrea pelo menos tem segurança no emprego, certo?

Eeeeeeeeexat.... rrado!
Errado! Erradíssimo!
No guia para o nomadismo digital (aqui) você descobrirá mais detalhes a respeito do tema segurança no emprego. Você aprenderá que é muito mais seguro trabalhar como Nômade Digital atuando em dezenas de nichos nos mais distintos países do que ficar no seu emprego de carteira assinada, já que você poderá ser pego de surpresa por uma falência ou recessão econômica a qualquer instante e acabar sendo engolido vivo pelo Establishment.


trabalhando viajando mundo

Foto: Trabalhando em Far Out Beach Club em Los, Grécia

 

Migrando de home office para novos meios de fazer dinheiro na internet

E aí você se pergunta “Como eu faço para diferenciar Home Office e Nomadismo Digital?”

Preste bem atenção agora… : )

Os “nômades digitais”, popularmente conhecidos como “gente que ganha dinheiro dormindo”, surgiram quando os trabalhos de “Home Office” (Ter um escritório em casa) se tornaram algo bem popular.

Entretanto, a maioria das pessoas que trabalham através de seu “escritório caseiro” é empregada de alguma empresa, recebem um salário por mês (Fixo) e tem hora certa para trabalharem (Por exemplo, das 8h às 17h). Vão ao escritório da empresa apenas quando há compromissos importantes, o restante é feito a partir de casa, independente de ser na maioria dos dias da semana ou não.

Por outro lado, o “nômade digital” possui uma filosofia de vida própria e não uma coisa imposta como senso comum pela mídia, possui seu próprio estilo. Nômades Digitais gostam de explorar tudo que há de melhor no mundo, estão sempre procurando métodos alternativos para se fazer dinheiro e o detalhe principal: Não vivem sem a liberdade a qual todo ser humano tem direito.

E eis a pergunta que as pessoas sempre fazem...

Mas não é a partir do Home Office que os nômades digitais costumam trabalhar?

Já que precisam ir ao escritório da empresa ocasionalmente, ocorre de muitos trabalhadores de Home Office ser impedidos de viajar.

Enquanto isso, nômades digitais estão livres desse problema.

A maior parte dos nômades digitais muda de cidade ou país a cada 2 ou 3 meses, e o local de trabalho deles costuma ser a partir de mesas de restaurantes/lanchonetes ou co-working spaces (Escritórios compartilhados que você aluga por hora, dia ou mês para ter seu ambiente de trabalho) com seus laptops, tablets e celulares.

No meu caso eu gosto de alternar. Sempre alugo uma mesa em co-working na região onde eu moro, faço isso 2 vezes por semana e tiro o restante dos dias para trabalhar a partir de casa.

Mas por que eu alugo esses ambientes?

Socializar, fazer networking é algo de sumo importância para quem trabalha nesse meio e está constantemente buscando formas alternativas de ganhar dinheiro online.

O co-working é o lugar onde eu sempre vou quando chego num país novo, sem amigos, pois é onde irie conhecer gente nova, principalmente no horário de almoço, as pessoas tem de parar para comer uma hora, e quem vai dizer não caso você convide para um almoço, ne mesmo?

Geralmente um nômade digital não tem a necessidade cumprir horários. Por exemplo, quando eu não tenho disposição para trabalhar ou estou com a mente cansada, desligo-me do mundo.
Nisso eu me dirijo ao sofá mais próximo, relaxo assistindo Netflix, vou fuçar o Facebook ou outras redes sociais ou vou dar um passeio a pé pela cidade – que certamente sempre tem novidades a serem exploradas. Cedo ou tarde a vontade de trabalhar volta, pois mesmo o ato de ficar muito tempo “sem fazer nada” pode acabar resultando em uma situação entediante..

Em outros casos, meu descanso pode acabar tomando todo o meu dia, e isso piora quando estou de ressaca, conseguindo voltar ao trabalho somente no próximo dia, em outras palavras, pode acontecer de eu passar toda uma sexta-feira à toa (Mas é claro que isso depende muito dos meus afazeres).

Quando comecei eu me punia constantemente pelos dias em que eu era pouco produtivo, mas hoje sei que esses dias são da natureza do próprio ser humano, então evito a autopunição.

Mas você não deve esquecer de que estar sempre trabalhando a sua motivação é algo muito importante, para que assim você seja mais produtivo e aproveite muito bem o tempo que reservou para o trabalho (Tipo deixando o celular em modo offline).

Quer saber qual a minha parte favorita nesse estilo de vida?

Como Nômade Digital, quanto mais você trabalhar, mais dinheiro você poderá fazer.

E grana é algo extremamente motivador para você tirar esse traseiro gordo (Magro?) do sofá, não? Perdoe-me se te ofendi, mas quem não gosta de dinheiro, não é mesmo? : )

As ferramentas que todo nômade digital precisa utilizar

Diferentemente das pessoas “Offline”, temos uma vida bem mais simples.

Um que nossa bagagem é extreeeemamenteee comprimida, levamos conosco apenas as coisas das quais necessitamos. No meu caso eu sempre opto por viajar com a minha Rimowa Salsa, pois além do fato de não acabar quebrando minha coluna ao meio como ocorre com as mochilas, é altamente durável, muitas vezes chegando a durar a vida toda.

Um detalhe é que nunca levo comigo mais de 20kg, pois a maior parte das empresas aréas cobram pelo excedente desse peso de 20 quilos, o que acaba sendo desvantajoso.
No caso de viagens curtas que durem até 7 dias, tenho uma The North Face Resistor que é pau pra toda obra, e aí não há necessidade de acrescentar checked baggage, o que no geral acaba saindo por 30 Euros no caso de companhias Low Fare.

A primeira coisa que eu faço para encontrar passagens baratas é procurar por roteiros de ida ou volta de segunda, terça ou sábado, faço isso sempre de 112 a 21 dias antes de embarcar no voo, para isso eu uso os aplicativos Skyscanner, Google Flights, ITA Matrix, Kiwi e Expedia, nessa ordem.

Há vários métodos que dariam um livro sobre esse assunto, mas não vou me aprofundar nisso agora.

Quando vou tratar de hospedagem, eu sempre utilizo o Airbnb caso eu queria ficar mais 3 dias, ou Hostelworld, se quiser ficar um ou dois dias (Não suporto ficar mais do que esse tempo em Hostels).

Dependendo da cidade onde você estiver, será melhor ficar em Hotel ou Guest-houses, nesse caso eu opto por utilizar o Booking.com (Devido aos descontos Genius) ou o Hotels.com, mas isso apenas se o preço da diária naquela cidade for cara.
o sistema do site faz um cálculo da média das 10 últimas reservas realizadas e então te oferece uma diária de graça, agora que você sabe disso é melhor ficar com a média alta.

Ao decidir sua próxima parada, você não pode dispensar a ferramenta Nomad List. Nela você encontrará diversas opções de filtros que o ajudarão a pesquisar preços e ter uma base de quanto vai gastar em média e o que esperar de cada cidade que você visitar., um exemplo seria encontrar as melhores cidade europeias onde um nômade digital poderá viver com um excelente custo-benefício.

A respeito de fazer networking por onde você passar (resumindo, amizades), há dois gêneros, o tradicional, que eu inclusive já escrevi a respeito no meu blog dando dicas sobre como viajar sozinho, além dos excelentes Hangouts transmitidos pelo canal Couchsurfing (Embora você vá encontrar todos os tipos de pessoas) e há ainda temos o estilo utilizado pelos nômades digitais, por exemplo, ser membro participante (Ativo) de grupos no Slack ou Facebook..

Se você tem certeza de que o estilo de vida Nômade Digital é para a sua vida, no meu e-book você aprenderá tudo que precisa fazer para seguir esse estilo de vida, isso vai desde por onde começar e quais melhores vias tomar para seguir nessa nova empreitada.

 

trabalho remoto home office
Foto: De boa trampando no Hotel Charlee, Medellin - Colômbia

 

Afinal de contas, como é que se faz dinheiro na internet / online?

Perguntar isso é tão complexo quanto: “Técnicas para preparar pratos de gastronomia”.

Se eu responder isso diretamente, vou deixar vários detalhes passarem despercebidos, do mesmo modo que é muito complicado responder tal pergunta de forma abreviada, mediante as enormes possibilidades.

O objetivo do meu e-book é justamente prepara-lo para a vida do Nomadismo Digital. Já neste guia que você está lendo, eu serei mais prático e você vai receber respostas que possam ajudá-lo, de maneira empírica, ou seja, utilizando a minha experiência pessoal como base, sem me aprofundar em várias teorias.

Agência: Na internet você é como engenheiro de obras. Você oferece um determinado serviço de construção e o seu valor é fixo, e então você irá reunir toda a sua equipe de profissionais (Profissional de EPI, de obras...) para que eles possam dar início ao projeto que você tiver para fazer no momento. A agência funciona de forma parecida, ela tem vários serviços a serem oferecidos aos clientes e irá terceirar o trabalho para profissionais da área.

Você pode ter uma agência de Web Design, cobrar 3000 Reais pela criação de um site, e pagar apenas 700 Reais para um profissional terceirizado realizar o projeto, a única função sua nisso tudo é captar novos clientes e gerenciar seu pessoal. São infinitas possibilidades: Marketing Digital, Web Design, Copyright, SEO, Design gráfico, serviço de tradução, etc...


Freelancer: Você acredita que não está pronto para ter sua própria agência? Se é de um arca que você precisa, isso Noé problema. Por que não buscar por ofertas de trabalhos / projetos nessas agências? Tem, por exemplo, a UpWork, uma plataforma onde você encontrará diversos projetos de terceirização para você começar a fazer uma grana extra (Em Dólares), e ao término do processo, quando você for alguém mais experiente, você irá evoluir e tornar-se um especialista na área. Se você não fala inglês, não se preocupe, no Brasil também existem essas agências online.

Sites autoridade: Digamos que você seja bom entendedor de um assunto, resolve criar um blog a respeito e então tornar-se uma autoridade no tema, fazendo com que as pessoas passem a te seguir, confiando naquilo em que você diz, dessa forma, consequentemente você irá ganhar dinheiro online utilizando anúncios em seu blog (Ccmo o Hotmart, Adsense do Google, dentre outros).

Programas de Afiliados: Esse método consiste em divulgar produtos ou serviços de vendedores que fazem parte de uma rede de afiliados ou divulgar coisas de uma empresa específica. Sempre que alguém comprar o produto/serviço através de você (Geralmente através de um link de afiliado seu), você receberá uma determinada % porcentagem de comissão pela venda. Suponhamos que você tenha um blog que fale sobre música, uma das formas de você ganhar dinheiro no seu blog com programas de afiliados seria se você divulgasse ingressos para Shows, links de músicas de sites de vendas de mídia digital e afins.

Os valores das comissões de produtos podem variar entre 1% e 20%, enquanto que as comissões de serviços podem chegar à 100% (Por incrível que pareça), caso haja renovação.
Nos dias de hoje a maior parte dos sites - principalmente sites internacionais – oferece seus próprios programas de afiliados.
No geral, Info-produtos são e-books que tratam de forma meticulosa, atenciosa, um determinado tema, por exemplo “Como treinar seu cão de forma eficiente”, “Como ganhar mais milhas áreas”, etc. Temos no Brasil o Hotmart que é o maior Marketplace do país, e o maior do mundo é o clickBank, em ambos você encontrará info-produtos sobre os mais variados temas para que você possa ganhar comissões por vendas ou você poderá optar por inserir os seus próprios produtos ou serviços e ter seus próprios afiliados que irão realizar vendas para você, além de divulgarem sua imagem, seu site, página do Facebook, etc.


Cursos Online: Se você deseja muito mais do que criar um E-book e vendê-lo por apenas R$ 67, você poderá optar por desenvolver seus próprios cursos/treinamentos online e vende-los por valores bem maiore, por exemplo, R$1500, R$1750, R$2200...
Geralmente os cursos/treinamentos online (Conhecidos também como e-learning) são feitos em forma de vídeos e vendido através do site dos donos do curso (Você). Você também encontrará sites de plataformas internacionais que irão ajuda-lo com a divulgação do seu material para o caso de você não querer investir seu tempo em marketing, a Udemy é um deles e ele é ótimo para isso.


E aí gostou? Quer mais? Então confira logo abaixo...

Nômades Digitais – O guia definitivo para quem deseja trabalhar online e viver viajando o mundo

Tudo o que eu abordei aqui é apenas uma fração das inúmeras possibilidades que você terá para fazer dinheiro online e se tornar mais produtivo para seguir o estilo de vida de Nômade Digital.
Nunca acredite em fórmulas mágicas que te ensinam a ficar rico em questão de x semanas, mas sempre acredite naquelas pessoas que estão aí para fazerem você refletir a respeito de novas opções.

A leitura em si não te trará as melhores ideias, o que trará as melhores ideias serão os insights (Visões de mercado, percepções) que virão com ela.

livro ebook guia nomadismo digital



Nômades Digitais O Guia Para Quem Deseja Trabalhar Online e Viver Viajando o Mundo

O e-book “Nômades Digitais: O guia definitivo para quem deseja trabalhar online e viver viajando o mundo” foi elaborado especialmente para quem está cansado de viver no Alt + Tab do escritório e que deseja embarcar no mundo dos Nômades Digitais, trabalhando pela internet, que quer morar onde quiser e viver a vida que sempre sonhou.

Você já está preparado?

BAIXAR E-BOOK

Vejo vocês em algum aeroporto do mundo!

E aí, gostou do relato do Viajante Anônimo? Baixe o Ebook agora mesmo e comece você também a sua vida de Nômade Digital.

Curtiu? Conte para os seus amigos:  
Mulher de sucesso
63 Ebooks feitos para o seu sucesso + Loja virtual com guia de instalação e configuração + Bonus. Mais de 14.356 pessoas já assinaram!
Insira seu nome e email para receber os links de Download:

Conheça o autor
Matheus Lopes
Author: Matheus Lopes
Sobre o autor
Autor principal do Lucre Bem, Matheus tem como objetivo principal trazer para você todas as formas de empreendedorismo, renda extra, marketing e publicidade para que você possa iniciar seu negócio na internet ou fora dela. Aqui no lucrebem.com.br você também encontrará artigos sobre games, política, retro-games e pescaria.

 
Veja Também: