"O sucesso só será seu quando você desejá-lo mais do que deseja respirar."
×

Aviso

Please enter your DISQUS subdomain in order to use the 'Disqus Comments (for Joomla)' plugin. If you don't have a DISQUS account, register for one here
nova vida

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
Tweetar

Fico triste quando vejo alguém medindo a integridade de outra pessoa pelas posses materiais.
É importante sim querer ser rico, por que até Jesus falou que veio para que tenhamos vida e vida com abundância, realmente não é correto viver como um verme na face da terra, e eu até torço para que qualquer pessoa, mesmo que seja alguém que não gosta de mim, tenha total prosperidade em sua vida, entretanto, valorizar alguém pelo o que tem e não pelo o que é, é coisa de gente da mente fraca, invejosa e depressiva.

Pra você que está mais perdido do que cego em tiroteio, que não está entendendo o que estou falando, este artigo será uma dissertação a respeito do comportamento egoísta e frio que temos hoje em dia como padrão de comportamento imposto pela sociedade.



O tempo que perdemos competindo, sendo materialistas, nos auto afirmando, é um tempo preciosíssimo, é um tempo que poderíamos utilizar para viver bem com as pessoas de uma forma geral, principalmente com os nossos amigos e familiares, mas mesmo assim, estamos preocupados demais com o materialismo, vaidade e avareza.

DINHEIRO ACIMA DE TUDO = VIDA ABAIXO DE TUDO

O dinheiro é um objeto de troca, é uma benção divina, é algo para ser gasto com alegria e bondade, dinheiro não é uma jaula pra te manter preso como um animal selvagem, dinheiro não é um passe livre para a terra dos Douchebags, dinheiro não é sinônimo de verdadeira prosperidade. O dinheiro é apenas uma parte da nossa prosperidade. Vivemos num mundo onde o Estado nos diz que o correto é colocarmos nossos filhos na escola em tempo integral, por que assim teremos mais tempo para trabalhar e fazer mais dinheiro, por que querem nos passar a idéia de que os nossos filhos são fardos que nos atrapalham, ou seja, menos presença de filhos = mais dinheiro no bolso e menos dores de cabeça, quando na verdade deveria ser o oposto. Trata-se de uma engenharia social muito bem articulada pela Esquerda política, mas essa parte é outra história e não estamos aqui para ficar discutindo sobre política.

Nossos filhos são uma bênção e são parte da nossa prosperidade, aqui entra a parte que diz que prosperidade não é apenas dinheiro. Nossos filhos fazem parte da nossa prosperidade por que eles dão sentido às nossas vidas, eles nos ensinam como ser pai e como ser mãe, eles nos trazem alegria, companhia, carinho e muitas outras coisas que só quem é pai e mãe entende. Eu não posso falar muito por que não tenho filhos, mas falo sob a ótica de alguém que cresceu em uma família tradicional. Da mesma forma que, quando você consegue um emprego tão desejado, um emprego pelo qual você lutou arduamente para conseguir, você também está sendo próspero. Se você conseguiu saúde para viver o suficiente para ver sua filha ou seu filho se casar um dia, isso é prosperidade, se você, mesmo em meio às adversidades ainda consegue se levantar e seguir em frente, isso é prosperidade. Se você que está satisfeito, feliz com a sua vida, mesmo que materialmente você tenha apenas o suficiente para se manter, isso também é prosperidade. Você já deve ter percebido que as palavras Prosperidade e Felicidade andam lado a lado... mas é claro! Com certeza! por que são a mesma coisa. Ser milionário é apenas ser milionário, mas ser milionário e feliz, é ser próspero.


O seu grau de prosperidade não está diretamente ligado à quantidade de dinheiro que você tem em sua conta bancária, por que você pode muito bem ganhar 30 milhões de Reais na Mega Sena hoje, gastar tudo dentro de 5 anos, e voltar a ser pobre, e por pobre quero dizer completamente pobre, não apenas financeiramente, pobreza de espírito também existe. Para ser próspero é preciso prosperar de dentro para fora, há várias pessoas aí que gastam até o talo para mostrarem que podem, que são superiores, enquanto que outras não tem muito, mas financeiramente prosperam aos poucos, e o resultado disso é obvio: Quem gasta tudo o que tem para conseguir Status acaba pobre, enquanto que quem caminha devagar e com autoconfiança, consegue Status sem mover um dedo pra isso.

MUDANÇA DE VIDA

Vamos largar de hipocrisia, vamos largar de egoísmo, de ingratidão, destruir a megalomania. Talvez hoje, em 2015, você seja uma mulher de 25 anos linda, maravilhosa, mas que optou por não se casar, por que primeiro você quer fazer “O seu pé de meia”, 2045 irá chegar e você terá 55 anos de idade, o dobro da sua idade + 5 anos, e quando você acordar dessa sedação, você irá olhar para trás e pensar “Meu Deus, onde estão os meus filhos? O que eu fiz da minha vida? E por que eu estou sozinha ainda?”, nessa idade já não tem como uma mulher ter filhos mais, só com um milagre divino, o máximo que você conseguiu foi ser uma coroa bem sucedida, você não viveu sua juventude e nem teve filhos.

Também pode ocorrer como no caso da minha avó que era extremamente materialista, meus tios viviam discutindo com ela por causa disso, por que sempre que havia uma reunião em família ela não vivia, enquanto que meu avô era Zen e desapegado a tudo, gente boa e extrovertido, mas às vezes quieto, calado, minha avó era o oposto, sempre irritada, às vezes rancorosa, fanática religiosa, pão-dura e moralista. Não media as palavras para passar sermão em quem quer que fosse e sempre se achava a certa. Não estou dizendo que ela não tinha os momentos bons dela, por que ela tinha, mas ela perdia tempo demais discutindo, se auto afirmando com certas coisas, e de “cara fechada”. Ela levantava 4 horas da manhã para trabalhar na casa, e só parava à noite, pra ver novela e rezar. Às vezes no meio do dia ia pra casa da vizinha conversar, mas não era tão sociável por que não gostava dos outros se intrometendo na vida dela. Igreja era prioridade também. Morreu e não levou nada, e muitas vezes quando era viva ainda foi chamada de chata pelas costas.

E você, qual destes tipos de perfis você possui:

1 – Workaholic: Trabalha feito um escravo por que pensa que o dinheiro irá recompensar alguma falha na sua vida, por exemplo o fato de achar que não é um bom pai.
2 – Megalomaníaco: Possui um profundo complexo de inferioridade, o que o faz querer expor ao mundo uma imagem completamente diferente do que realmente é, a imagem de uma pessoa independente, egoísta, arrogante e metida. No fundo no fundo quer ser admirado, mas acaba obtendo o oposto do que realmente busca, e quando alguém o admira, na verdade está puxando o seu saco.
3 – Hippie: Por que fazer hoje o que se pode deixar para amanhã?
4 - Sonhador: Está sempre vivendo em “UM DIA”, um dia eu vou fazer x coisa, um dia vou viajar para y lugar, um dia eu vou ficar rico. Mas um dia é no futuro, e amanhã vai dizer a mesma coisa “Um dia eu chego lá”, parece a política do “Fiado só amanhã”.
5 – Pessimista: “Não adianta, eu já tentei”, “Eu nunca vou conseguir”, acho que nem preciso dizer mais nada aqui.
6 – Otimista em excesso: O caboclo consegue 100 mil Reais em sua conta bancária – “Caramba, 100 mil!!! Vou investir na bolsa, vou abrir uma loja, vou comprar uma casa, vou comprar um carro, vou abrir outra loja, vou ter sucesso com 1000 coisas!!!”
Resultado: Tem tanta direção pra ir que nem sai do lugar.
7 – Oportunista corporativo: Cada oportunidade na vida é uma oportunidade de negócio, se o cara vai à esquina e vê uma gurizada jogando bola, logo ele monta um campo de futebol bem ali perto, e começa a cobrar por isso. Ele está sempre de olho em novos potes de ouro, dedica a vida ao dinheiro e o que vier é lucro.

Se você se identificou com um desses perfis, talvez você devesse olhar ao eu redor e ver como anda a sua vida. Talvez o problema não esteja nos outros, mas em você.

gato-engracado
Sei que somos seres humanos e que erramos, eu por exemplo estou escrevendo isso, mas isso não quer dizer que eu me considere perfeito. Assim como qualquer outro ser humano, eu também estou em processo de evolução.
A questão aqui é: Viva um pouco mais. Pega seu filho, sua filha, sua esposa e leva pro cinema, leva pra lanchonete. Arruma sua tralha e vá pescar aquele Robalo, ou aquele Tucunaré gigante do Amazonas, que depois vai dar um belo assado. Liga pra um parente seu que você não vê a muito tempo e marque uma visita, ou convide-o para a sua casa, faça um churrasco com os amigos, viaje, vá para a boate dançar. Mas nunca deixe de fazer uma coisa: Dê valor às pessoas pelo o que elas são, e não pelo o que elas possuem.
Amanhã você pode ser o defunto mais rico do cemitério. Da mesma forma que o cemitério está cheio de gênios com grandes idéias que não foram postas em prática, também está cheio e grandes magnatas que acumularam riqueza em terra, mas não souberam utilizá-la sabiamente e deixaram-na para os ratos.

 

Obrigado pela leitura. Conte para seus amigos nas redes sociais. Comente logo abaixo. :)

Curtiu? Conte para os seus amigos:  
Mulher de sucesso
63 Ebooks feitos para o seu sucesso + Loja virtual com guia de instalação e configuração + Bonus. Mais de 14.356 pessoas já assinaram!
Insira seu nome e email para receber os links de Download:

Conheça o autor
Matheus Lopes
Author: Matheus Lopes
Sobre o autor
Autor principal do Lucre Bem, Matheus tem como objetivo principal trazer para você todas as formas de empreendedorismo, renda extra, marketing e publicidade para que você possa iniciar seu negócio na internet ou fora dela. Aqui no lucrebem.com.br você também encontrará artigos sobre games, política, retro-games e pescaria.

Por que você deve anunciar aqui: A maioria dos visitantes, 93,35%, deste site vem do Brasil, o restante vem dos EUA, India, Portugal, Europa e companhia limitada. Mais de 13.214 pessoas visitaram este site só nos últimos 3 meses, totalizando + de 15.400 visualizações de página! Data desta publicação: 19 de outubro de 2016. Data do relatório: 18 de julho de 2016 à 18 de outubro de 2016 :)
Saiba mais, clique aqui.

 
Veja Também: